Destino Suécia: Falun Gruva

A Grande Montanha de Cobre (Stora Kopparberget) é a mais antiga e importante mina da Suécia e um dos mais notáveis monumentos industriais do mundo. De indústria artesanal, Falun tornou-se o maior produtor de cobre do século 17 e exerceu profunda influência na tecnologia de mineração ao redor do mundo por dois séculos.

Muitos pesquisadores estrangeiros visitaram a mina nos séculos 17, 18 e 19 e ficaram impressionados com o tamanho da mina, a fumaça dos fornos e a estrutura relacionada com a indústria de cobre. A Grande Montanha tornou-se a primeira atração turística da Suécia e o primeiro registro da palavra turismo é de 1824.

Como a demanda por cobre diminuiu nos séculos 18 e 19, a produção foi estendida a outros recursos minerais da Grande Montanha de Cobre, incluindo enxofre, chumbo, zinco, prata e ouro. Em 1888, com a ampliação da empresa, os fornos de cobre antigos foram abandonados e novas fábricas foram construídas. Fora de  Falun, a empresa adquiriu minas de ferro e siderurgia, tornando-se uma das grandes empresas suecas neste campo.

A empresa comemorou o seu sétimo centenário em 1988. No entanto, até 1992 todos os depósitos de minério viável havia sido extraído e assim, a mineracão teve fim em 08 de dezembro de 1998. A única atividade industrial restante é a produção da tradicional e muito característica tinta vermelha, usada para a proteção dos prédios de madeira da Suécia e em outras partes da Escandinávia.

Olha a tinta vermelha aí gente!!

Vale a pena o passeio, mas ficam as dicas:

1. Vá com um calçado velho, botas de borracha ou sapatos impermeáveis, pois dentro da mina o chão é úmido e você sairá com o sapato sujo. Na loja de souvenirs e tickets eles vendem protetores para calçados por 5 SEK, mas confesso que não foi muito eficaz, deu uma sujada no sapato. Da primeira vez que fui, usei bota de inverno impermeável e com solado mais alto, aí sujou bem pouco.

2. Durante a visita guiada andamos muito dentro da mina, subimos e descemos escadas, não recomendo este passeio para famílias com bebês de colo ou que ainda estão aprendendo a andar. Crianças bem pequenas que já andam, também não é bem recomendado. Acho que a partir dos 7 anos já fica mais tranquila a visita;

3. Se você for uma pessoa friorenta vá com um casaco, é frio lá embaixo;

Acho que são essas as dicas, as visitas guiadas acontecem o ano todo, para maiores informações acesse os links abaixo!

Página Oficial: Falun Mine (em inglês)

Página da Unesco: Mining Area of the Great Copper Mountain in Falun (em inglês)..

Advertisements

Sobre marianapp

My life in the frozen land
Esta entrada foi publicada em Suécia, Sverige, tradição, Viagem com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

4 respostas a Destino Suécia: Falun Gruva

  1. Maxwell diz:

    A mina de cobre de Falun é considerada Patrimônio da Humanidade pela Unesco e, se não me falha a memória, é o mais antigo da Suécia!

  2. Raíta diz:

    EU JÁ FUI! E com a Mari!!! rs Foi bom ler o post e recordar bons momentos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s